10 Hacks para E-mail Marketing Imobiliário

 em Marketing Digital

Algumas pessoas ousam subjugar o poder do e-mail marketing, porém pesquisas mostram que essa estratégia de marketing digital é o canal com maior ROI dentre as ferramentas que envolvem o processo de marketing digital. 

 

Com o e-mail marketing você consegue focar em seu recurso mais importante: sua lista de leads e clientes. Além de estreitar o relacionamento com conteúdo de qualidade e promoção de informações mais precisas, você também pode aumentar o tráfego em seu site gastando pouquíssimo.

 

Para o marketing imobiliário, utilizar o e-mail marketing sem dúvidas é uma estratégia poderosa, pois ao realizar disparos segmentados e excluir endereços de e-mails inválidos é possível aumentar a taxa de engajamento com a base cadastrada.

 

Então, conheça o seu público alvo e os potenciais, afinal, um planejamento de público é essencial para fazer um e-mail marketing de sucesso.

 

Separamos para você algumas dicas estratégicas sobre Marketing imobiliário e o uso do E-mail marketing. Dividimos este artigo em duas partes, um referente à hacks de conteúdo e outra sobre hacks técnicos.

 

Hacks de Conteúdo

Se não for relevante, nem mande.

O setor imobiliário abrange vários públicos, por isso dentro da estratégia de Inbound Marketing existe a construção da persona, afinal, é preciso segmentar. Definir para quem você quer vender e entregar um conteúdo que seja informativo, atrativo, interessante.

O conteúdo que você oferece através do e-mail marketing deve ser extremamente bem feito, se o seu conteúdo for interessante para o cliente, ele certamente deixará arquivado em sua caixa de e-mail. Uma boa dica para chamar a atenção dele logo de início é personalizar essa mensagem usando o nome o seu nome (o nome do destinatário) no assunto.

É preciso ter equilíbrio sobre o que enviar e quando enviar, não seja agressivo enviando conteúdo de vendas em curtos espaço de tempo, isso é dar um tiro no pé. Seja relevante, fale sobre assuntos que o interessam a partir da construção da persona, por exemplo: Dúvidas sobre o Minha Casa Minha Vida – Dicas de Cores do Ano que ajudam na energia da casa – Como criar o seu próprio Jardim Vertical, entre outros.

 

Mantenha o cliente informado

A venda de um imóvel não é algo simples em todos os sentidos. Estamos falando de um sonho coletivo, o tão desejado “lar doce lar” – “meu próprio cantinho” – “meu apê”. Por ser algo dessa magnitude é preciso dedicação até pós-venda, tanto para reforçar que a empresa está à disposição para auxiliar e tirar dúvidas, quando para lembrar do bom investimento que ele (a) fez.

Portanto, é preciso que os e-mails sejam bem estruturados, visualmente bonitos e com informações que sejam relevantes. Você já ganhou a confiança do seu cliente ao vende-lo um imóvel, agora, mais do que nunca é preciso nutrir esse relacionamento por diversos motivos, um deles é a confiabilidade que ele irá passar para outras pessoas ao falar sobre a sua empresa.

Um excelente exemplo de pós-venda através de e-mail marketing é manter o cliente atualizado através de fotos do andamento da obra do empreendimento que ele adquiriu. Mesmo que essas fotos já estejam em nas suas redes sociais.

Crie ações para investidores

Através do gerenciamento de listas de e-mail marketing você pode tirar alguns insights; lembre-se que segmentar seus inscritos baseado em dados como localização, indústria em que trabalha ou o cargo que ocupa pode facilitar muito as suas ações estratégicas.

Por exemplo, é uma boa ideia construir um fluxo de e-mail para clientes que possuem o perfil de investidor! Para esse tipo de público o apelo comercial é muito bem-vindo, você pode enviar materiais sobre lançamentos de empreendimentos, informações sobre rentabilidade e valorização da área, entre outros.

Reative leads perdidos

Um lead perdido nunca é um lead perdido. Procure saber os motivos que o levou a deixar a compra para outro momento, uma boa conversa é a chave para construir boas estratégias futuramente e sanar uma possível falha dentro do seu funil de vendas.

Como esse lead já teve contato com a sua empresa ele será mais adepto a prestar atenção em novas oportunidades de compra. Criar uma segmentação de e-mail marketing como estratégia para retomar uma conversa com esse lead é interessante se você de fato oferecer algum tipo de vantagem, podendo até ser um outro empreendimento que seja mais compatível com a renda dele.

Nutra esse lead com informações retiradas durante a conversa que vocês tiveram sobre os motivos dele não ter fechado negócio anteriormente. 

 

Hacks técnicos

Identifique-se no remetente

Existem algumas variáveis para a sua taxa de abertura de e-mail ser baixa, a maioria das pessoas só abre um e-mail depois de ler o título, outras precisa saber quem foi que mandou. Pode parecer bobagem, mas ter um endereço de e-mail que identifique a sua empresa é um detalhe importante! Exemplo: diba@noadigital.com.br

 

Pense nos dispositivos móveis

Se aproximadamente 53% dos e-mails são abertos em dispositivos móveis, isso significa que você deve se atentar em como vai oferecer a experiência de layout dentro destes.

O conteúdo inserido dentro do corpo do seu e-mail merece sim uma atenção especial, isso porque ele precisa ser fluído, responsivo. Se ele não for responsivo acaba limitando o seu e-mail, gerando muita frustração em todos. Imagens grandes por exemplo, são limitadoras de um e-mail mobile responsivo.

Além disso, o uso do CTA dentro do e-mail precisa ser criativo e bem aplicado para que seja notado como uma ação que leve para outro lugar.

Então:

Escolha fontes grandes o suficiente para que possam ser lidas em telas pequenas de smartphones e tablets;
Selecione imagens que possam ser visualizadas em qualquer dispositivo;
Mantenha os CTAs em tamanhos apropriados, para que possam ser facilmente clicados.

 

Crie e-mails compartilháveis

Fazer pequenas coisas como incorporar um CTA (Convite à Ação) para compartilhamento de conteúdo em seus e-mails pode ser um gatilho interessante! Isso porque essa estratégia visa informar o cliente sobre uma oferta irresistível ou um conteúdo informativo muito relevante, como por exemplo, um informativo sobre um feirão de imóveis.

Essa estratégia pode ser muito útil para empreendimentos populares. Já que, boa parte desse público procura construtoras e imobiliárias por indicação de amigos e familiares.

Exemplos de CTA’s que você pode utilizar:
Clique aqui e envie esse e-mail para um amigo!
Você gostou desse conteúdo? Clique aqui e compartilhe com mais pessoas.

 

Insira botões para Whatsapp

Atualmente o WhatsApp virou o principal APP de comunicação direta, inserir um botão dentro do e-mail marketing que estreite ainda mais a comunicação é uma tática muito assertiva. Além de ser uma conversa mais rápida com e direta com o prospect, mostra o quão interessado ele (a) está.

Por ser um meio de comunicação muito íntimo, evite enviar mensagens de listas de transmissão (algo totalmente impessoal), não perca essa chance de nutrir um bom relacionamento.

 

Não envie anexos

Muita gente pensa que enviar um conteúdo em anexo no e-mail é uma grande sacada. Não é.

Além do seu e-mail correr risco de parar na caixa de spam, os anexos diminuem bastante a entregabilidade dos seus envios, sem contar que você não poderá mais acompanhar quem abriu ou não o seu e-mail. 

Para solucionar esse problema você pode anexar os arquivos em um link (de preferência que leve ao seu site ou rede social). Assim você evita que essa perda de dados e pode até aumentar a visitação das suas páginas.

 

Utilize GIFs ou Vídeo

Acompanhar as tendências e aproveitar as ferramentas do marketing digital é fundamental para não ter estratégias ultrapassadas e, sem dúvidas, utilizar vídeos ou até mesmo gif’s pode ser um excelente incremento para sua estratégia de e-mail marketing.

Nenhum outro meio de marketing pode se comunicar de forma tão rápida e eficaz quanto um vídeo, ele pode dar tom especial para sua empresa mostrando personalidade. Claro, essa comunicação precisa estar alinhada com a persona da sua empresa.

 

O que aprendemos até aqui

Primeiramente, o e-mail marketing não morreu! Ele continua vivíssimo e muito poderoso. Usá-lo como estratégia para converter leads é um dos inúmeros benefícios que ele oferece para o setor imobiliário. Com um bom planejamento podemos reforçar os laços de relacionamento entre empresa e prospect, aumentar visitas nas principais páginas do negócio e segmentar melhor o público para termos mais chances de vendas.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe nas suas redes sociais 🙂

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

mercado imobiliário