Campanha mal configurada no Adwords: 3 riscos para evitar

 em ADS - Anúncios

Para que a sua empresa tenha destaque na internet, ela precisa de visibilidade, certo? E um dos caminhos mais assertivos para conseguir isso é investindo em campanha no Adwords.

Por meio dele, você pode criar anúncios que apareçam nos resultados de buscas do Google, permitindo que, com um clique, o seu público possa conhecer seu produto ou serviço.

Porém, para que essas ações tragam bons resultados, devem ser bem executadas. Por essa razão, trazemos neste artigo os 3 principais erros que você precisa evitar ao montar a sua campanha no Google Adwords. Acompanhe:

1. Agrupar erroneamente as palavras-chave 

Uma vez que a campanha seja criada, o primeiro passo que muitas pessoas dão é adicionar todas as palavras-chave em um único grupo de anúncios. Este é o primeiro e um dos maiores erros cometidos.

Para você compreender melhor porque essa não é uma boa prática, imagine o seu armário. Ele fica mais organizado quando você dedica parte dele para as camisas, outra para as calças e outra para as meias, certo?

Agrupar todas as palavras-chave num único anúncio é como se você estivesse colocando todas as suas camisas, calças e meias de forma desordenada em um lugar só. Os grupos de anúncios existem justamente para você ordenar de maneira correta as palavras-chave, a fim de criar anúncios que sejam relevantes às buscas no Google.

2. Construir títulos mal escritos

Você certamente veio parar neste artigo a fim de evitar riscos nas suas campanhas de Adwords. Mas o que mais chamou a sua atenção para isso foi o título do artigo, certo? O mesmo ocorre com as campanhas no Adwords: os títulos precisam ser atrativos e convidativos para o seu público.

Para isso, certifique-se de que as palavras-chave estejam inseridas contextualmente em uma frase chamativa. Por exemplo: se as palavras-chave escolhidas para o anúncio foram “seguro de vida”, veja o que seria um título atrativo e um título inadequado:

Título atrativo: “Precisa de um seguro de vida? Faça uma cotação agora mesmo!”

Título inadequado: “Somos a maior empresa de seguro de vida de Vila Velha”.

Enquanto o primeiro título é focado nas necessidades do público — o que, consequentemente, chama mais atenção —, o segundo só expõe uma característica da empresa, sem dialogar com o usuário.

3. Não listar palavras-chave negativas

Da mesma forma que existem palavras para as quais você quer aparecer nos resultados do Google, há também aquelas que você quer (e deve) evitar por não serem relevância a sua oferta.

Por exemplo, você está querendo vender “tênis de corrida” e, no seu relatório de termos de pesquisa, aparecem expressões como “tênis de corrida infantil” ou “tênis de corrida para crianças”, produtos que você não tem. Logo, uma forma de evitar cliques para esses termos é adicioná-los a sua lista de palavras-chave negativas.

Assim, você otimiza o seu orçamento dedicado à campanha, considerando o lance de palavras-chave certas e a atração de pessoas que façam buscas pelos termos certos, o que aumenta as taxas de conversão.

Portanto, como as campanhas no Adwords são um investimento em marketing digital, elas precisam ser certeiras. Uma vez que a sua campanha esteja mal montada, o dinheiro que você investiu é consumido, mas a oferta do seu produto ou serviço não chega ao seu possível cliente.

Gostou do artigo? Deseja saber como a sua empresa pode investir estrategicamente no Google Adwords e potencializar os resultados? Entre em contato conosco!

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar